quarta-feira, 20 de maio de 2009

Permito não nomear

Hoje é um dia em que eu quero...
Quero desabafar,
Porque só por hoje eu me permito ser manhosa e chorona...

Embalem as nuvens, tirem o sol da tomada, ele está me roubando muita energia.
Silenciem os passos no asfalto, hoje eu quero me escutar...
Mandem a lua não aparecer.
Não quero vê-la tão arrogante, me olhando do alto,
Porque só por hoje eu me permito ser mais arrogante que a lua...
Prendam o vento numa caixa, pintem o céu da cor que quiserem...
Vou gritar palavrões pros vizinhos escutarem,
Porque só por hoje eu me permito ser mal educada...
Paz, não no Iraque nem em qualquer outra parte do mundo, somente pra mim,
Porque hoje eu me permito ser egoísta...
Varram as calçadas e as garagens, nada pode estar mais sujo que minhas mãos,
Porque hoje eu me permito sujar tudo o que já limparam...
Mandem as crianças pararem de correr nos pátios das escolas...
Paralisem o sinal no vermelho.
Que Mona Lisa respeite meu querer e pare de sorrir,
Porque hoje eu me permito não mostrar meus dentes...

Esvaziem as caixas, os porta-malas, os estoques,
Porque hoje eu me permito querer tudo pra mim...
Matem Kasper Hauser e assassinem o português,
Porque hoje eu me permito desconhecer o sujeito...
Virem o mundo de cabeça pra baixo,
Porque hoje eu não quero fazer parte dele,
Porque só por hoje eu me permito sair de mudança pro mundo que eu escolher,
Na companhia de quem eu quiser, vestindo o que eu bem entender...
Com as mãos sujas, com a boca fechada e os olhos molhados.
Porque hoje, só por hoje, eu me permito permitir.

6 comentários:

lola disse...

permita-se!
permita-se sair com o cabelo molhado ao vento gelado de maio ignorando a mãe que repete na sua cabeça que vai pegar um resfriado. saia com o cabelo molhado ao vento gelado de maio usando roupas fora de moda tocando todas as campainhas que houverem pelo caminho e mande todos os filhos da puta ao inferno.
permita-se!
te amo!

Renato Diniz disse...

meus deus, coca, esse texto é seu??

manda pra revistas literárias!

Ana Lis Soares disse...

Coca!

Puta texto.... sem comentários!!!!!!!!

psychosocial_ disse...

texto lindo!
e é bem isso mesmo coquinha... tem dias que se vc reinvindica, o mundo pára pra vc chorar.

Mamute disse...

Na verdade, sair com o cabelo molhado no vento só dá pontas duplas.

Nathália Bottino disse...

orgulho do meu bito. é o que tenho a dizer!